Autor: Richard Simonetti IN MEMORIAM

Página InicialArquivos para Richard Simonetti IN MEMORIAM

Richard Simonetti é de Bauru, Estado de São Paulo. Nasceu em 10 de outubro de 1935 e Desencarnou em 03 de Outubro de 2018. De família espírita, participou do movimento desde os verdes anos, integrado no Centro Espírita Amor e Caridade, onde desenvolveu largo trabalho no campo doutrinário e filantrópico. Orador e Escritor espírita, teve mais de cinquenta obras publicadas.

Falando de cinema

“O cinema não tem fronteiras nem limites. É um fluxo constante de sonho.” (Orson Welles) Como milhões de pessoas, sou fã da sétima arte. A magia do cinema é irresistível, uma fábrica de sonhos, embalados em histórias que nos envolvem,…

Continue Lendo

Ajudar-se

É atribuída a Esopo história de um carroceiro que conduzia pesada carga. Em dado momento, a carroça atolou em solo instável. Os cavalos não conseguiam movê-la. Olhando ao redor, notou a presença de Hércules, o herói grego. Confiante, pediu-lhe auxílio.…

Continue Lendo

Partidas e Chegadas

Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara. O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece…

Continue Lendo

Calcanhar de Aquiles

Segundo a mitologia grega, quando nasceu seu filho Aquiles, Tétis, esposa de Peleu, rei de Ftia, na Tessália, pretendeu que seria imortal. Para tanto passou-lhe ambrósia no corpo e o mergulhou no rio Estige, cujas águas deveriam torná-lo invulnerável. Mas…

Continue Lendo

Um legislador da pesada

Era temido legislador. Instituiu castigos terríveis. Pior: cometeu injustiças inomináveis, como se não soubesse o fundamental – a pena não pode ultrapassar a natureza do crime. Dois homens se atracam. A mulher de um deles entra na briga. Estouvadamente, pega…

Continue Lendo

As razões de Deus

Assim como os irracionais, o ser humano também tem uma programação básica que se manifesta na forma de instintos, a conduzi-lo pelos caminhos da vida. O instinto gregário, que lhe impõe a vida em sociedade. O instinto do acasalamento, que…

Continue Lendo

Determinismo

Qualquer pessoa medianamente informada conhece o complexo de Édipo, consagrado por Sigmund Freud (1856-1939), como a tendência de se ligarem os filhos às suas mães, em oposição aos pais. Freud inspirou-se numa tragédia grega: Édipo Rei, de Sófocles (495-406 a.C.). Édipo,…

Continue Lendo

O endereço de Deus

Imaginemos que um gênio das Mil e uma Noites lhe concedesse a satisfação de três desejos, amigo leitor. O que você pediria? Certamente, o conhecimento pleno do Evangelho, luz abençoada de Deus em nosso caminho, inspirar-lhe-ia nobre roteiro de realizações.…

Continue Lendo

Neuroses

O psiquiatra atende ao telefone. A paciente, jovem senhora sob tratamento, reclama: – Doutor, estou muito preocupada. – O que houve? – Venho notando que meu cocô está leve, boiando, ao invés de depositar-se no fundo do vaso. É grave?…

Continue Lendo

Herdar a Terra

Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a Terra. Sermão da Montanha, Mateus, 5:5 – Crime horroroso cometeu aquele sujeito! Embriagado, avançou o sinal, atropelou e matou três inocentes! Devia existir pena de morte para essa gente! – Seria pouco! Se eu…

Continue Lendo

O necessário à vida

Diógenes (400-325 a.C.), filósofo grego, era famoso por seu comportamento excêntrico e comentários mordazes. Dizia-se que nutria grande desprezo pela Humanidade. Caminhava pelas ruas de Atenas com uma lanterna, a proclamar: – Procuro um homem honesto. Algo para ele tão…

Continue Lendo

Sementes

Aquele homem arrojado dispôs-se a realizar portentosa façanha: medir a circunferência da Terra, pelo Equador. Obviamente, impraticável usar a fita métrica. E não contava com conhecimentos científicos avançados, nem aparelhos sofisticados ou quaisquer outros recursos tecnológicos. Não obstante, conseguiu, com…

Continue Lendo

Os deuses e o destino

Historiadores não estão certos de que ele tenha existido. Não obstante, são atribuídos à sua lavra os dois maiores poemas épicos da antiga Grécia: A Ilíada, que exalta as proezas do herói Aquiles, na última etapa da guerra de Tróia.…

Continue Lendo

Patrimônio inútil

Conta Esopo (século VI a.C.), que um homem, extremamente, zeloso de seus haveres, decidido a resguardar-se de qualquer prejuízo, tomou radical providência: vendeu todos os seus haveres e comprou vários quilos de ouro que fundiu numa única barra. Em seguida,…

Continue Lendo

A melhor proteção

O bairro sofria uma onda de assaltos. Os marginais invadiam estabelecimentos comerciais em plena luz do dia, empunhando armas de fogo. Providências estavam sendo tomadas pelas autoridades, mas a violência campeava, semeando o medo. Na pequena farmácia de Ronaldo, um…

Continue Lendo

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como