Página InicialDestaquesMemória Espírita: patrimônio incalculável

56 visualizações

Memória Espírita: patrimônio incalculável

junho 2, 2021

Registrar a história de cada instituição espírita é imprescindível para conhecermos e perpetuarmos cada histórico individual que, somados, fazem parte da memória cultural do próprio Espiritismo.

Porém, no meio espírita, são muitas as dificuldades em manter viva a história das instituições. Vejamos as principais causas que fazem com que a memória espírita deixe de ser preservada:

  • diminuição de espaços físicos;
  • rotatividade de colaboradores;
  • alterações na estrutura institucional.

Soma-se aos fatores anteriores, o fato da maior parte dos materiais produzidos em todos os departamentos serem, na maioria das vezes, arquivados pela pessoa que o desenvolveu ou por alguém da equipe, no caso de criação em grupo – sendo facilmente descartado seja por falta de espaço, seja por desligamento da instituição.

E, assim, um material que pertence à sociedade espírita e, portanto, faz parte de sua história, perde-se por deixar de ser importante para uma pessoa – e lá se vai parte da memória espírita da instituição e do próprio movimento!

Também levam à perda da memória espírita:

  • mudanças de endereço, ocasionando extravios de documentos e outros itens;
  • triagem dos arquivos, muitas vezes realizada por pessoas que não têm condições de separar o que é relevante daquilo que não tem valor;
  • acondicionamento equivocado, em locais com excesso de umidade e/ou outros obstáculos à preservação de materiais;
  • desorganização de arquivos e ambientes, levando à perda ou danos em itens variados (documentos, móveis, fotografias etc.);
  • a falsa ideia de que investir tempo em organização não é importante.

Só podemos lamentar o pouco interesse nesse campo, afinal, memória é patrimônio incalculável para a gestão do conhecimento, transmissão de valores e administração institucional.

Resgatar e preservar fatos, imagens, depoimentos, documentos, móveis e outros itens relacionados com a essência das Casas Espíritas é preservar não apenas a história da instituição, mas a própria memória do Espiritismo que tem nas sociedades espíritas sua base de atuação.

A equipe de Café com Kardec atua no sentido de preservar e ressaltar a memória espírita, por isso inclui em seu conteúdo artigos relacionados a fatos históricos da Doutrina Espírita. Se você gosta do tema, sugerimos a leitura do artigo sobre Afonso Angeli Torteroli, um dos nomes que a memória espírita esqueceu ao longo do tempo.

Martha Rios Guimarães

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://tvmundomaior.com.br/centro-espirita-e-seus-beneficios-na-evolucao-moral/>. Acesso em: 02/06/21.

Martha Rios Guimarães
Martha Rios Guimarães

Jornalista e escritora, integrante do Centro Espírita Gabriel Ferreira, participa da USE Distrital Vila Maria desde 2000. É criadora e coordenadora do projeto: “Comece pelo Comecinho” e autora do livro “Comece pelo Comecinho – Educação Espírita Infantojuvenil: uma proposta de trabalho”, pela editora O Clarim, integrante da equipe Café com Kardec.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como