Página InicialTextos EspíritasPluralidade dos mundos

43 visualizações

Pluralidade dos mundos

maio 28, 2021

Qual a finalidade de existirem tantos planetas no Universo? Existe vida fora da Terra? Não seria um grande desperdício existirem tantos mundos, se em nenhum outro houvesse vida?

Na questão 55 de O livro dos Espíritos, Allan Kardec nos ensina: “Todos os globos que circulam no espaço são habitados? Resposta: Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como supõe, o primeiro em inteligência, em bondade e em perfeição. Entretanto, há homens que se julgam muito fortes e pretendem que só este pequeno globo tenha o privilégio de abrigar seres racionais. Orgulho e vaidade! Acreditam que Deus criou o Universo só para eles.”

Jesus Cristo nos falou, quando esteve encarnado em nosso planeta, segundo O Evangelho o Espiritismo, capítulo III: “Há muitas moradas na casa de meu Pai; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.” (João, 14:2). Sendo que a casa do Pai é o Universo, as diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito e oferecem, aos Espíritos que neles vivem e encarnam, estações apropriadas à sua evolução e adiantamento.

Todos os planetas são habitados, porém muitos não na forma material mais grosseira como é hoje na Terra, mas sim em outros estados de vibração da matéria. É estimado que atualmente nós conseguimos perceber e enxergar menos de 20% de tudo o que se passa à nossa volta, todo o restante acontece em outras dimensões que inda não temos condições de identificar e mensurar. Entretanto no futuro, com o avanço da ciência, seremos capazes de abordar e interagir com essas múltiplas dimensões existentes.

A Doutrina Espírita nos mostra que somos seres universais, todos filhos do mesmo Pai. Assim, os que chamamos de extraterrestres, são Espíritos como nós, que hoje habitam outros orbes. Não devemos ter medo ou preconceito com eles, da mesma forma como não devemos ter preconceito com pessoas que hoje habitam o nosso mundo, pois muitas delas são provenientes de outros planetas.

Os Espíritos que encarnam em um mundo não se acham presos nele indefinidamente, nem nele realizam todas as fases do progresso que lhes cabe percorrer, para atingir a perfeição. Quando, em um planeta, eles atingem o grau de adiantamento que esse orbe comporta, migram para outro mais adiantado, e assim por diante, até que cheguem ao estado de Espíritos puros, que é a destinação de todas as criaturas do Universo. Assim existe uma intensa migração de Espíritos entre todos os planetas existentes, de acordo com a necessidade de cada um deles, tudo isso orquestrado por Deus de maneira perfeita.

As condições dos mundos que existem são muito diferentes e dependem do grau de adiantamento ou de inferioridade de seus habitantes. Assim, existem planetas mais adiantados, mais atrasados e na mesma condição do nosso. Nos mundos inferiores a existência é toda material, as paixões reinam soberanas e a vida moral é quase nula. Nos mundos intermediários existe uma mistura entre o bem e o mal, em diferentes graus. Nos mundos adiantados a vida é praticamente toda espiritual.

Podemos classificar os planetas em diferentes categorias, de acordo com a sua condição evolutiva. Sendo assim: mundos primitivos, que são destinados às primeiras encarnações de indivíduos providos de razão. Mundos de expiação e de provas, onde o mal ainda predomina. Mundos de regeneração, onde existe um maior equilíbrio entre o bem e o mal, nos quais os Espíritos que ainda têm que expiar haurem novas forças, repousando das fadigas da luta. Mundos felizes, onde o bem já supera o mal. Mundos celestes ou divinos, que são moradas dos Espíritos puros e depurados, onde reina exclusivamente o bem.

A Terra está passando atualmente por um período de transição planetária, sendo promovida de mundo de expiação e provas, para mundo de regeneração. Isso é uma das razões que explica a fase conturbada que o nosso planeta passa hoje. Esse processo de transição planetária começou há aproximadamente um século e meio e ainda perdurará por algumas décadas.

Eduardo Battel

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.bbc.com/portuguese/geral-44942246>. Acesso em: 27MAI2021.

Eduardo Battel
Eduardo Battel

Frequentador do Centro Espírita Nova Luz e Centro Espírita João Batista em Jundiaí/SP. Expositor Espírita. Coordenador da Liga de Medicina e Espiritualidade da Faculdade de Medicina de Jundiaí, SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como