Página InicialTextos Espíritas100 anos de Espiritismo em Araçatuba – Homenagem a pioneiros

89 visualizações

100 anos de Espiritismo em Araçatuba – Homenagem a pioneiros

maio 7, 2021

O marco inicial do Espiritismo em Araçatuba foi a fundação da União Espírita Paz e Caridade, em 21 de abril de 1921, que funciona à rua Marcílio Dias, 129, e mantém o Abrigo Ismael.

O fundador Gedeão Fernandes de Miranda chegou à novata cidade em 1914. Mantivemos longa entrevista com o pioneiro em 1974, publicada em nosso livro O Espiritismo em Araçatuba (1975).

Em seguida ao pioneiro, chegaram os italianos Umberto Bergamaschi e Ugolino Dall’Oca, e o espanhol Diogo Sallas; espíritas convictos, colaboraram com Gedeão e criaram outros centros espíritas. Logo depois Benedita Fernandes fundava a Associação das Senhoras Cristãs (1932) que originou o Hospital Psiquiátrico Benedita Fernandes, atualmente Centro de Apoio Psicossocial ad II.

Nas décadas 1930/40, destacaram-se lideranças, como: Cezar Protetti, Antonio Pagan, Ivan de Albuquerque, Paulo Botelho de Camargo, Francisco Martins Filho, José Bezerra de Lima, Amélia Izar Abujamra, Victor Bombonatti, Antonio Crivelini, Judith Machareth, Francisco Graton, Júlio Monteagudo, Brasil Nogueira, Jonas Camilo de Carvalho. Há ruas que homenageiam alguns desses pioneiros e pelos sobrenomes são localizáveis descendentes atuais.

Almir Rodrigues Bento, jovem poeta e orador local, teve livros de poemas editados em São Paulo e com crítica literária do acadêmico Menotti Del Picchia. Por ocasião da fundação da Academia Araçatubense de Letras, denominamos Almir Rodrigues Bento à cadeira que ocupávamos.

Naquelas décadas, espíritas ilustres vieram à cidade, como o poeta Cornélio Pires e o grande divulgador Leopoldo Machado. Depois, entre os expositores, destacamos 50 anos de visitas de Divaldo Pereira Franco.

O árduo trabalho de pioneiros, superando resistências, possibilitou o desenvolvimento de dezenas de instituições espíritas atuais. Além da ação continuada de alguns descendentes de pioneiros, várias famílias, como a Perri, se somaram ao dinâmico trabalho espírita no final dos anos 1950. Voluntários dedicados empreendem ações assistenciais, educacionais, doutrinárias, na mídia, em meios digitais e até com antena retransmissora da TV Mundo Maior.

A homenagem ao Centenário do pujante movimento espírita araçatubense iniciou-se no dia 17, com transmissões pela Estação Dama da Caridade Benedita Fernandes com várias parcerias e conexões. O evento “Araçatuba 100 anos de Espiritismo – Especiais Origem” tem apresentações virtuais até o dia 25 de abril. Araçatubenses e convidados apresentam registros históricos e expõem temas espíritas.

Antônio Cesar Perri de Carvalho

Nota do editor:
Texto publicado em Folha da Região, Araçatuba, 21/04/2021, p.2.
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://mapio.net/pic/p-17016336/>. Acesso em: 06MAI2021.

Antonio Cesar Perri de Carvalho
Antonio Cesar Perri de Carvalho

Ex-presidente da Federação Espírita Brasileira (interino de 5/2012 a 3/2013 e efetivo de 3/2013 a 3/2015); membro da Comissão Executiva e Primeiro Secretário do Conselho Espírita Internacional; Membro do Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como