Página InicialTextos EspíritasO futuro a Deus pertence? 

136 visualizações

O futuro a Deus pertence? 

janeiro 1, 2021

Esta conhecida máxima vem sendo repetida frequentemente por muitos ao longo dos temposentretanto, sem se dar conta do real significado destas palavrasou seja, do seu alcance, da sua abrangência. 

Sem uma justa reflexão sobre este dito popularpode-se ter a impressão de tudo estar escrito, ou mesmo que tudo fica ao sabor dos desígnios de Deus, sem nenhuma participação de nossa parte, ou seja, posso tentar mudar o presente, consequentemente meu futuro, através de renovadas ações e condutascontudonenhum efeito teriam estes esforços, sejam quais forem, pois Deus em última instância é quem decidiria o resultado finalnosso empenho em mudar a situação vivida seria em vão. 

Todavia, ajuizemos: Se Deus nos criou simples e ignorantes para avançarmos a partir desta condição por Ele definidaalcançando a evolução possível em função de nosso empenho e de nossas conquistas, qual seria a razão para este mesmo Deus decidir tudo sobre o nosso porvir? Não parece paradoxal!? 

Assim sendo, como devemos entender este refrão popular? 

Todos os acontecimentos em nossas vidas são sempre resultado de uma conjunção de eventos e decisões anteriores, ocorridos e deliberados nesta ou em épocas passadas, podemos resumir este mecanismo no princípio de causa e efeitoVisando este fim Ele elaborou sabiamente todas as leis conhecidas e aquelas ainda por descobrirsendo exatamente estes princípios que regem o caminhar da Humanidade, estamos sempre sujeitos a estas leis. Deus não precisa interferir diretamenteas Suas normas e regras, em todos os campos da vida, nos regulam sem que a maioria o saiba. 

As situações que nos alcançamsão invariavelmente consequência do que plantamos ontem e estamos semeando hoje, sem que seja preciso a contínua intervenção divina, como alguns acreditam, afinal, somos livres, construímos o nosso livrearbítrio, temos o poder de escolha em nossas ações, desta forma, vamos edificando o nosso amanhãesse, por sua vez, nada mais sendo do que o reflexo do conjunto de atitudes e ocorrências passadas. Efetivamente, Deus espera que trabalhemos, não cruzemos os braços à espera de um “milagre”. 

Realmente o Todo Poderoso, como o título já indica, pode tudo, quem seria louco para afirmar o contrário, no entanto, Ele atua sempre por intermédio de Suas leis eternas e não as derroga, muito menos modifica, embora possa alterá-las como desejaré evidente, mas, sabiamente não o faz, caso contrário, a vida seria incompreensíveluma vez que jamais saberíamos por quais leis estaríamos sendo governados. 

Quando estamos na erraticidadeno mundo espiritual aguardando para reencarnar mais uma vez, podemos debater com Espíritos mais elevados quais serão os grandes marcos de nossa futura vida material, por quais expiações passaremos, quais provas suportaremos, porém, quando retornamos à Terra,  muito daquilo decidido pode se modificar, pelo curso de nossas atitudes e opções de conduta durante esta vida, sem qualquer interferência de Deusporém, ao alterarmos as deliberações ajuizadas na erraticidadepor exemplo, modificamos igualmente o futuro previamente delineado, mas não definido. 

Não faz sentido algum conduzirmos nossas atuais existência se os resultados futuros de nossas ações já estão fixados e são imutáveisse assim fosse, qual seria então objetivo da vida? 

Estamos todos destinados à perfeição relativa, meta final, entretanto, como alcançaremos esta condição depende de cada um, alguns avançam rápido, outros mais lentamente, assim, esforcemo-nos para que sejamos aqueles avançando mais depressa, pois a construção do futuro está seguramente em nossas mãosuma vez que somos os artífices do nosso amanhã. 

Rogério Miguez 

 

Rogério Miguez
Rogério Miguez

Trabalhador da Doutrina Espírita desde a Mocidade, tendo atuado no estado de Rio de Janeiro em algumas Casas e, atualmente, em São José dos Campos/SP nos Centros Amor e Caridade, Jacob e Divino Mestre. Colabora em Cursos, Exposições, Atendimento Fraterno e Passes, sendo articulista dos periódicos Reformador e Revista Internacional de Espiritismo.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como