Página InicialTextos EspíritasA cada dia 

166 visualizações

A cada dia 

setembro 15, 2020

Em análise ao momento de cada um, chamou a atenção o venerando Mestre“a cada dia basta o seu mal”. 

 

Em tempos de dificuldades, sejam elas quais forem, o homem sente-se ameaçado, desespera-se e lança-se, a interpretar do seu jeito, as coisas, muitas vezes indo de encontro, em curso de colisão com aquilo que lhe caberia evitar. Negligenciando orientações competentes, por vezes, foge aos aconselhamentos ou, crê numa solução mágica ou sobrenatural para a problemática. 

 

O orgulho desempenha grande papel no falso entendimento das coisas, ele sempre aconselha mal. O orgulhoso tapa os ouvidos para o óbvio e prende-se nas suas ideias ou na daqueles que pensam como ele, geralmente, tornando-se a sua própria vítima. 

 

É preciso compreender que a vida na Terra tem seus percalços e que ninguém pode escapar, todos adoecendo, de alguma forma. Os desafios de toda ordem têm a medida da necessidade espiritual de cada um, porém há males de necessidade coletiva e, quando eles chegam, cabe ao aprendiz procurar qual a lição a ser aprendida, senão a prova tende a ser repetida em outro tempo, até atingir o seu desiderato.  

 

Temendo perecer desta ou daquela forma, a perturbação emocional e mental torna-se grande e muitos são acometidos por ela. Porém, como o divino Senhor disse – “a cada dia basta o seu mal” – viver um dia de cada vez, fazendo a parte que lhe compete é a única coisa que o homem sábio e humilde pode fazer. A fé é um componente importante para acalmar o coração, para se confiar que tudo passa no seu devido momento. A ciência tem seu tempo para maturar seus trabalhos, o criador confere forças àqueles que pedem para quaisquer enfrentamentos. Desconsiderar a ciência ou a paternidade divina é objetivar ver precisamente as horas com apenas um ponteiro do relógio. 

 

A vida é temporária no planeta, embora o espírito seja imortal e poderá voltar quantas vezes forem necessárias, o tempo de cada existência é breve e cada ser humano só pode contar com o momento que está vivendo, não sabendo o momento seguinte. Então, o ideal é buscar o equilíbrio e fazer a parte que lhe cabe fazer, sempre respeitando as leis e determinações sociais e buscando na fé, as energias para se manter a caminho. 

 

Sê solidário com o outro e vive prudentemente. 

 

Adelvair David 

 

 

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como