Página InicialTextos EspíritasEm prol de nós mesmos 

169 visualizações

Em prol de nós mesmos 

julho 6, 2020

De início, descartemos qualquer pensamento egoístico quanto ao título deste artigoPor mais que possamos ser estimulados a nos amar, existe uma tendência social em sentido contrário, corrente aparentemente mais poderosa e que leva muitas pessoas a confundirem autoamor com egoísmo, talvez até mesmo com orgulho, imperfeições que causam tanto mal que não se comparam ao amor equilibrado que dedicamos a quem somos. 

 

Ocorre que, de fato, não podemos fazer ou ensinar aquilo que não sabemos realizar. Por isso mesmo foi que Jesus nos incentivou a amar ao próximo como a nós mesmos (Mateus 22: 37-39), dizendo que esse era o mandamento que viria a seguir do “amar a Deus sobre todas as coisas”. 

 

O autoamor, e essa não é a reflexão de uma especialista em psicologia, mas de observadora do comportamento humano, é caminho de cura quando utilizado para o próprio desenvolvimento moral e espiritual. Aquele que não se ama não consegue enxergar em si os potenciais que possui, não se esforça em aproveitar as oportunidades que a vida lhe traz, tem dificuldade de se defender dos abusos que lhe são impostos por terceiros.  

 

Esse posicionamento positivo de auto amar-se é trabalho em prol de si mesmo, focado no despertar das virtudes que, desenvolvidas paulatinamente através do esforço habitual, tornam o indivíduo mais decidido e evoluído moralmente 

 

Não podemos desconsiderar que muitos desdenham tal prática salutar que inicia no autoconhecimento, talvez por serem cerceados pelo medo, por viverem em processo de defesa e retraimento quanto aos desafios da existência. O medoesse amigo que nos auxilia na própria preservação, tem que ser dosado para que não nos domine nem incapacite! 

 

Ninguém trabalhará com tanto afinco pelo nosso progresso e vitória do que nós mesmos! É em prol de um autoamor saudável e da dedicação ao autoconhecimento que compreenderemos que a vida dá o que ofertamos, regida que é pela lei de causa e efeito. O mérito é sempre o fiel da balança a nos colocar em harmonia com as leis divinas. 

 

Como ensina o cristianismo, o caminho do equilíbrio passa pelo “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos”. Por isso trabalhemos em prol do autoamor e aprenderemos a amar a todos, pois não é possível ignorar que somos navegantes da mesma nave e seguimos a mesma direção. 

 

VANIA MUGNATO DE VASCONCELOS 

 

Vania Mugnato de Vasconcelos
Vania Mugnato de Vasconcelos

Advogada, Bacharel em Serviço Social, pós-graduada em Recursos Humanos. Casada, mãe, espírita desde os 12 anos de idade, palestrante em vários centros no interior de São Paulo. Trabalhadora do CE João Batista de Jundiaí – SP, atua na casa como palestrante e Coordenadora do Grupo de Pais. Discípula de Jesus pela Aliança Espírita Evangélica do ABC, é oradora em casas espíritas vinculadas à USE Regional Jundiaí. Também é oradora em seminários realizados pelo Instituto Chico Xavier de Itu, em parceria com outros trabalhadores da seara espírita. Articulista espírita em redes sociais, jornais e blogs, seus textos e poemas estão disponíveis ao público na internet, bem como possui canal de vídeos no Youtube contendo palestras e estudos espíritas.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como