Página InicialMensagens Espíritas em TextoAmealhando a riqueza real

62 visualizações

Amealhando a riqueza real

janeiro 30, 2020

Emmanuel
Não te despreocupes da verdadeira propriedade, para que a propriedade irrisória não te perturbe o roteiro e encegueça o coração.
Há bens inalienáveis e preciosos que podes perfeitamente conduzir contigo do caminho terrestre para o Mundo Espiritual.
Para isso, é indispensável saibas usar os talentos que a Sabedoria da Vida te confiou.
Cada dia, em toda parte, dispões da riqueza das horas para as mais nobres aquisições.
Conquista com as próprias mãos a experiência do trabalho que te aprimora e te eleva.
Adquire com os próprios olhos a seleção do bem, assegurando a alegria daqueles que te cercam.
Arquiva nos ouvidos a prudência e a serenidade que te conferirão a luz do discernimento.
Entesoura com o próprio verbo a felicidade de auxiliar, vazando do escrínio da própria alma as jóias da compreensão e da paz, alicerçando a alegria onde pisem teus pés.
Amealha os valores da educação que te possam içar o espírito aos cimos da cultura e do aprimoramento.
Não olvides que o serviço ao próximo, que o dever bem cumprido, que o estudo edificante e que o gesto de bondade, nas faixas do espaço e do tempo, constituem a bagagem que te aliciará o tesouro da simpatia hoje e amanhã, aqui e além…
Não te limites à caridade do menor esforço que se estende facilmente a preço de supérfluo.
O dinheiro que mobilizas para o conforto alheio é uma bênção, mas o esforço que despendes para que a vida se faça melhor com o teu concurso é virtude rara a se te incorporar no próprio caráter.
Dar o que retemos é devolver ao mundo a quota de nosso débito, mas doar a nós mesmos, a benefício dos outros, através de nosso suor, de nossa renúncia, de nosso silêncio ou de nosso sorriso, é realizar o investimento da verdadeira felicidade que nos seguirá da sombra terrestre à Luz Espiritual.

Livro: Linha Duzentos

Chico Xavier/Emmanuel

Francisco Cândido Xavier (Chico Xavier)
Francisco Cândido Xavier (Chico Xavier)

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier (Pedro Leopoldo, 2 de abril de 1910 — Uberaba, 30 de junho de 2002), foi um médium, filantropo e um dos mais importantes expoentes do Espiritismo.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como