Página InicialTextos EspíritasMelhorar os relacionamentos

132 visualizações

Melhorar os relacionamentos

novembro 15, 2017

É sabido por todos, que o Ser humano não pode viver sem os relacionamentos tão naturais e necessários que se constituem mesmo como fatores básicos para o desenvolvimento dos valores que permanecem em forma de sementes no imo de cada indivíduo.

Encontramos em O Livro dos Espíritos, importantes ensinamentos sobre o assunto conforme se segue:

766. A vida social está em a Natureza?
Certamente. Deus fez o homem para viver em sociedade. Não lhe deu inutilmente a palavra e todas as outras faculdades necessárias à vida de relação.

767. É contrário à lei da Natureza o insulamento absoluto?
Sem dúvida, pois que por instinto os homens buscam a sociedade e todos devem concorrer para o progresso, auxiliando-se mutuamente.

768. Procurando a sociedade, não fará o homem mais do que obedecer a um sentimento pessoal, ou há nesse sentimento algum providencial objetivo de ordem mais geral?
O homem tem que progredir. Insulado, não lhe é isso possível, por não dispor de todas as faculdades. Falta-lhe o contato com os outros homens. No insulamento, ele se embrutece e estiola.
Homem nenhum possui faculdades completas. Mediante a união social é que elas umas às outras se completam, para lhe assegurarem o bem-estar e o progresso. Por isso é que, precisando uns dos outros, os homens foram feitos para viver em sociedade e não insulados. (1)

Os relacionamentos são vitais para a saúde física, emocional e mental do indivíduo que, pode assim estruturar seu comportamento de maneira edificante dentro dos padrões do equilíbrio para desfrutar dos benefícios de uma criatura saudável física e espiritualmente.

O Ser humano necessita do calor afetivo do seu semelhante, que tem papel fundamental no crescimento da sua emotividade, ampliando a capacidade de controlar os sentimentos, observando as atitudes e as experiências adquiridas do seu próximo que lhe serve de espelho para aquilo que deseja realizar.

É na troca de conhecimentos que o homem se habilita, espiritualmente falando, para as determinações superiores da vida, porque somente consegue sua elevação moral aquele que se devota com sinceridade ao trabalho árduo da reforma íntima, fazendo brilhar em seu mundo interior a luz divina, que lhe suprirá de “combustível” adequado para a claridade de sua própria alma.

Os relacionamentos de qualquer natureza merecem reflexão e atenção porque se tornam parâmetros de comportamentos e carecem de investigação quanto aos resultados que facultam. Quando positivos, alimentam uma saudável convivência social, mas se negativos, produzem danos físicos ou morais de consequências imprevisíveis na vida social do indivíduo.

Em qualquer tipo de relacionamento, a amizade desempenha papel significativo pela confiança que se pode adquirir no intercâmbio de valores e na identificação de propósitos que definem o pensamento comum dos que estão determinados à conquista de determinado objetivo.

O desafio proposto pelos relacionamentos em qualquer situação é um verdadeiro convite ao desenvolvimento do amor e a consequente extinção do egoísmo do qual o homem velho é ainda portador, oferecendo sublime oportunidade de transformação e crescimento do homem novo, com os novos conceitos cristãos que doravante deverão ser utilizados em suas ações diárias para com seu semelhante.

“Que a vida física é uma escola abençoada, é insofismável; mas, se você não se aproveitar dela a fim de aprender suficientemente as lições que se destinam ao seu engrandecimento espiritual, em nada lhe valerá o ingresso no aprendizado humano.
Que o caminho do bem é laborioso e difícil, não padece dúvida; no entanto, se você não se dispuser a segui-lo, ninguém o livrará da perigosa influência do mal.
Que a felicidade eterna é realização superior, fora dos quadros transitórios da carne, é incontestável; contudo, se você deseja perseverar no campo dos prazeres fáceis e inferiores das esferas mais baixas, dentro delas perambulará, indefinidamente.
Que Deus está conosco, em todas as circunstâncias, é verdade indiscutível; todavia, se você não estiver com Deus, ninguém pode prever até onde descerá seu espírito, nos domínios da intranquilidade e da sombra.” (2)

O Bom relacionamento surge do contato fraterno e respeitoso, que proporciona bem estar porque cada pessoa tem sempre algo de bom a oferecer ao grupo social a que pertence, e esse conteúdo é muito importante para o crescimento do conjunto, por ser mantido pela sinceridade e lealdade aos propósitos que unem os indivíduos.

Francisco Rebouças

Referências Bibliográficas:
(1) KARDEC, ALLAN. O Livro dos Espíritos, F.E.B. 76ª edição;
(2) XAVIER, FRANCISCO CÂNDICO, Espírito André Luiz. Agenda Cristã, cap. 50.

Nota do Autor:
Grifos nossos.

Nota do Editor:
Imagem em destaque disponível em <https://cdn-images-1.medium.com/max/2000/1*9SWJpLEl6usPwcXx_gWmxg.jpeg>. Acesso em 15NOV2011.

Francisco Rebouças
Francisco Rebouças

Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos, Professor, Escritor, Articulista de diversos veículos de divulgação espírita no Brasil, Expositor Espírita, criador do programa: "O Espiritismo Ensina".

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como