Página InicialTextos EspíritasExperiências Sexuais

98 visualizações

Experiências Sexuais

abril 20, 2016

francisco_rebouçasNo trato das experiências sexuais, levando-se em conta sua finalidade natural e primordial que é a procriação, para atender aos imperativos divinos da lei de reprodução, o homem sofre a ação desequilibrada de sua própria semeadura passada e enclausurado no aparelho fisiológico revive as nefastas influências das vibrações que o escravizam em viciações doentias e o desvia da ação positiva e libertadora que significa a nova oportunidade da vida física.

“O sexo é departamento orgânico programado pela vida para a reprodução da espécie.

Assexuado, o Espírito renasce numa como noutra polaridade, a fim de adquirir experiências e compreensão de deveres, que são pertinentes a ambos os sexos.

A intrepidez masculina e a docilidade feminina são capítulos que dão ao Espírito equilíbrio e harmonia. Dessa forma, em uma reencarnação pode o Espírito tomar um corpo masculino e noutra um feminino, ou realizar um vasto programa de renascimento em um sexo para depois começar os processos experimentais em outro, sem qualquer prejuízo emocional para a sua estrutura íntima.

Fadado ao progresso, que é ilimitado, o Espírito deve vivenciar cada reencarnação enobrecendo as funções de que se constitui o seu corpo, de modo a desenvolver os valores que lhe dormem em latência.

Graças à conduta moral em cada polaridade, mais fácil se lhe torna, quando edificante, escolher o próximo cometimento. No entanto, quando se permite corromper ou desviar-se do rumo das suas funções, gera perturbações emocionais e psíquicas que lhe impõem duros processos de recuperação, de que não se pode furtar com facilidade.

A correta aplicação das forças genésicas propicia ao Espírito alegria de viver e entusiasmo no desempenho das tarefas que lhe dizem respeito, constituindo-se emulação para o progresso e a felicidade.” (1)

A grande maioria das criaturas reencarnadas padece severa pressão dos antigos apelos da retaguarda primitiva arraigada no íntimo do seu Ser, e invigilante, acaba por mergulhar no fundo do fosso dos vícios, caindo precipitadamente nas garras da loucura que o aprisiona por longos e dolorosos séculos de dores e sofrimentos.

Urge se faz, estejamos atentos aos chamamentos para as liberações e permissões aceitas pela sociedade em termos de moralidade, facilitando o abuso no campo da sexualidade irresponsável, resguardando-nos na calma, no equilíbrio, na moderação, pois, já estamos conscientes das consequências das nossas ações diante da Lei de Causa e Efeito, que cedo ou tarde nos chamará à prestação de contas.

Não nos deixemos envolver pela falsa tolerância e conivência na indignidade que mesmo aceitas pela sociedade equivocadamente, como se fossem normais e legais, esses verdadeiros atentados ao pudor, produzirão em nosso Ser profundo lamentáveis processos de desequilíbrios pela consciência de culpa diante das Leis de Deus vigentes em nosso mundo íntimo, por longo e demorado curso.

Lembremo-nos de que nosso compromisso no campo da sexualidade são resultados de programas instrutivos, que ao espírito são impostos pela Soberana Sabedoria do Universo, para indispensável corrigenda de disciplina da vontade no exercício do livre arbítrio para desenvolvimento da moral e da ética.

Dessa forma, se te encontras em processo de liberdade exagerada em assunto de sexologia, esquiva-te o quanto antes das facilidades que te aparecerem, não te comprometendo ainda mais nos desvarios da promiscuidade. Sege, resoluto, no firme propósito da conquista de tua necessária renovação moral, na luta contra as paixões tresloucadas de outrora e alicerçado nas lições contidas no Evangelho de Jesus, em tua mente e no teu coração certamente lograrás triunfar.

Jesus nos guie e guarde agora e sempre!

Francisco Rebouças

Referência:
(1) Franco, Pereira Divaldo – pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda. Sexo e Obsessão. Livraria espírita Alvorada, 3ª edição, Prefácio.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://u.osu.edu/clotheslines/>.
Acesso em: 20ABR2016.

Francisco Rebouças
Francisco Rebouças

Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos, Professor, Escritor, Articulista de diversos veículos de divulgação espírita no Brasil, Expositor Espírita, criador do programa: "O Espiritismo Ensina".

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como