Página InicialTextos EspíritasMÃE A JOIA MAIS PRECIOSA!

77 visualizações

MÃE A JOIA MAIS PRECIOSA!

maio 10, 2015

francisco_rebouçasNenhuma outra conceituação pode definir tão bem a palavra mãe, como o velho ditado popular que sabiamente diz: “MÃE É MÃE”.

Mãe foi a você que Deus confiou a mais sublime das tarefas que ele poderia confiar a um ser humano na terra, a capacidade de gerar em seu próprio ventre e dar a alguém o mais precioso de todos os bens, A VIDA!

Para tanto, equipou-a com tudo o que você mãe precisaria para o desempenho feliz e abençoado de tão elevada e importante missão no mundo, demonstrando o alto grau de confiança que ELE depositava aos seus cuidados, representados pelo amparo, proteção e carinho necessários ao desenvolvimento do ser tão frágil e delicado que não teria chance alguma de se desenvolver se não tivesse a espera-lo alguém especialmente escolhida e preparada pelo criador para essa majestosa e incomparável missão.

Dotou-a de paciência, suficiente para esperar o tempo necessário para o desenvolvimento do pequeno e dependente Ser que está chegando, em seu próprio ventre; de amor suficiente para alimentá-lo e nutri-lo não só com a alimentação material, mas acima disso, com as doces vibrações de quem deseja tê-lo em seus próprios braços; de coragem e disposição para enfrentar as dificuldades e dores do parto e chorar de emoção ao ouvir seu primeiro choro, dando testemunho a você mãe, de que faz parte do mundo material.

Desse momento em diante, são tantas as lembranças que temos para dar testemunho de sua devoção ao ministério a que foi chamada a servir, tais como as noites mal dormidas dedicadas ao bom sono do seu filho; o amor e carinho representados no cuidado que ofertastes para mantê-lo saudável; sua mão segurando-o e conduzindo-o em amável e zelosa proteção; sua voz doce entoando versos ou cantando suaves melodias de ninar; dando-lhe a segurança e a certeza de saber que estaria sempre ao seu lado com sua presença inconfundível e insubstituível.

  • “TERNURA
  • Meimei
  • Mãezinha querida
  • Lembro-me e ti quando acordei para recordar
  • Debruçada no meu berço, cantavas baixinho e derramavas no meu rosto pequeninas gotas de luz, que mais tarde, vim a saber serem lágrimas.
  • Conchegaste-me no colo, como se me  transportasses  a  brandos  ninhos,  desde  então nunca mais me deixaste.
  • Quando os outros iam á festa, velavas comigo, ensinando-me a pronunciar o bendito nome de Deus… Noutras ocasiões, trabalhavas de agulhas nos dedos, contando histórias de bondade e alegria para que eu dormisse sonhando…
  • Se eu fugia, quebrando o pente, ou se voltava da escola com a roupa em frangalhos, enquanto muita gente falava em castigos, afagavas minhas mãos entre as tuas ou beijavas os meus cabelos em desalinho.
  • Depois cresci, vendo-te ao meu lado, à feição de um anjo entre quatro paredes… Cresci para o mundo, mas nunca deixei de ser, em teus braços, a criança pela qual entregaste a vida.
  • E, até agora,dia a dia, esperas, paciente e doce, o momento em que me volto para teus olhos, sorrindo pra mim e abençoando-me sempre, ainda mesmo quando os meus problemas te retalhem o peito por lâminas de aflição!…
  • Hoje ouvi a música dos milhões de vozes que te engrandecem…Quis apanhar as constelações do Céu e misturá-las ao perfume das flores que desabrocham no chão, para tecer-te uma coroa de reconhecimento e carinho, mas, como não pudesse,
  • venho trazer-te as pétalas de amor que colhi em minha’lma.
  • Recebe-as Mãezinha!… Não são pérolas, nem brilhantes da Terra… São as lágrimas de ternura que Deus me deu para que te oferte o meu coração, transformado num poema de estrelas.¹

Mãe você é essa guerreira que lutou, sorriu, chorou, e que jamais deixou que as amarguras, dores e dificuldades exigidas pelas carências e infantilidades dos teus filhos tomassem o espaço de amor existente em teu coração de MÃE. Você que os ensinou a ser o que hoje são respeitando-os e ajudando-os a construir os seus próprios sonhos com o valor dos teus ensinos e exemplos de sacrifício e dignidade; que transmitiu a necessidade de manter a fé em Deus, e em si mesmos; que falou-lhes da necessidade de aceitar e respeitar a opinião dos semelhantes embora mantendo o direito de discordar quando não estiverem em concordância com os princípios de ética e moral que vocês os ensinou, merece hoje e sempre o sincero agradecimento por tudo que representa na vida de todos.

MÃE que Deus possa te conceder tudo o que você merece e que ainda não somos capazes de te ofertar, que te proteja, ilumine, guie, e guarde por todo o sempre.

E de cada um nós seus filhos, MUITO OBRIGADO DO FUNDO DOS NOSSOS CORAÇÕES, PORQUE ÉS O MAIOR TESOURO QUE POSSUÍMOS!

Francisco Rebouças

Referências Bibliográficas:
1- Xavier, Francisco Cândido, pelo Espírito – Meimei. Livro: Mãe, Cap. Ternura.

Nota do editor:
Imagem em destaque disponível em <http://editoraapartilha.com.br/wp-content/uploads/2014/10/santa-maria-mae-de-deus-670×377.jpg>. Acesso em: 09MAI2015.

Francisco Rebouças
Francisco Rebouças

Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos, Professor, Escritor, Articulista de diversos veículos de divulgação espírita no Brasil, Expositor Espírita, criador do programa: "O Espiritismo Ensina".

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como