Página InicialTextos EspíritasBençãos ou Maldições

218 visualizações

Bençãos ou Maldições

fevereiro 3, 2015

sylvinha-gonçalvesA língua traduz o que vem do coração. É curioso como um pequeno, mas potente e vital membro, pode fazer tanta diferença em nossas vidas. O mestre Jesus, quando se dirigiu aos escribas e fariseus, admoestou-os com amor, porém, com energia, explicando que o homem se contamina não com o que entra por sua boca, mas com o que dela sai.

Assim como os nossos pensamentos, as nossas palavras têm poder – poderão ser fontes de bênçãos ou de maldições, conforme o uso que delas fizermos. Palavras torpes como palavrões, simplesmente oralizados ou endereçados, bem como mexericos, afetam-nos e também afetam, consideravelmente, a atmosfera ao nosso redor. Como tudo é energia, vibramos em baixas, médias ou altas ondas e nem é preciso classificar o padrão vibratório das palavras já referidas.

Palavras marcam e além das boas ou más impressões que causam, poderão deixar cicatrizes ao longo desta vida, seja em nós mesmos ou em outrem e nem sempre conseguiremos repará-las nesta vida. Como tudo é perfeito nas Leis Divinas, deveremos acertar as contas numa próxima existência, sendo que aqueles que ofendemos, serão os nossos credores de amanhã. Jesus, em Sua sabedoria, apela para nos reconciliarmos, o mais rápido possível, com o nosso próximo.

Evitemos tudo o que for motivo de desequilíbrio e de dores. Sim, somos imperfeitos, mas não podemos usar a nossa imperfeição como desculpa para a nossa inação ou para continuarmos com os nossos desvios de comportamento. Identifiquemos as nossas limitações e exercitemos a autotransformação, pela disciplina, através dos ensinamentos e exemplos moralizantes do Cristo.

Elevemos os nossos pensamentos. Profiramos palavras de conforto e elevação.

Crescer dói, sair da nossa zona de conforto, dói, mas toda a dor é passaporte garantido para mundos mais felizes: O mundo interior, o exterior e o futuro.

Reflitamos!

Sylvinha Gonçalves

Sylvinha Gonçalves
Sylvinha Gonçalves

Bacharel em Antropologia pela PUC-Goiás, Professora de Educação Especial e Inclusiva e Psicopedagoga pelo Centro Universitário de Rio Preto (UNIRP). Escritora, estudiosa e pesquisadora Espírita. Trabalhadora do GEAL - Grupo Espírita André Luiz de São José do Rio Preto - SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como